Do eterno não saber….

O mundo das relações é complexo.
Sim, a graça, muitas vezes está aí. Mas, o fato é que tantas vezes julgamos que alguém espera/almeja algo e, no entanto, não era nada daquilo.
Sim, sim, eu já sei… não devemos preocupar-nos com o que, supostamente, a outra pessoa deseja…. temos que expor nosso desejo, sinceramente e ficar abertos para a reação alheia.
Não é adequado “proteger” o outro de nossas intenções… nem esperar do outro o que gostaríamos. Precisamos oferecer e depois de receber, ser claro quanto à satisfação… ser claro com o que seria-nos feliz! Ou com o que pensamos que seria-nos feliz. E deste diálogo, depreender um caminho.

Anúncios

Uma resposta to “Do eterno não saber….”

  1. Carol Chaves Says:

    Falou e disse 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s